Make your own free website on Tripod.com

Teoria de Tudo

A Origem das Doenças
Home
Energia Absoluta
A Origem do Efeito Mpemba
A Origem da Força Gravitacional
A Origem da Expansão Acelerada do Universo
A Origem das Eras Glaciais
A Origem da Regeneração do Fígado
A Origem da Força das Formigas.
Eliminando o Mosquito da Dengue
A Origem dos Venenos
A Origem das Doenças
A Origem do Câncer
A Origem da Arteriosclerose
A Origem do Amor
A Origem de Filhos ou Filhas
A Origem da Dor
A Origem do Pensamento
A Origem do Sono
A Origem dos Isolantes Térmicos
A Origem dos Monumentos Megalíticos
A Origem dos Furacões
A Origem da Felicidade
A Origem dos Extraterrestres
A Origem dos Sonhos
A Origem do Mito das Loiras
A Origem do Universo
A Origem de Um Milagre.
A Origem da Inteligência
A Origem da Mediunidade
A Origem da Lei da Atração.
A Origem da Memória Akáshica
A Origem dos Pelos Pubianos
A Origem dos Desejos Insólitos das Grávidas
A Origem da Velhice
O Segredo do Perfume que Emagrece

Como se originam as doenças?

Você leu em nossa página anterior, A Origem dos Venenos, que quando ingerimos grandes quantidades de elementos salgados ou ácidos, que tem pouca energia em suas moléculas acabamos ficando doentes.

Mas a doença tem origem de duas formas:
Quando comemos demais elementos com pouca quantidade de energia em suas moléculas.
Quando comemos demais elementos com grande quantidade de energia em suas moléculas também.

Você já leu na página, Energia Absoluta, que os elementos doces têm muita energia e que os elementos salgados ou ácidos têm pouca energia.
Então vamos eleger dois elementos padrões causadores de praticamente todas as nossas doenças: O açúcar e o sal. O que, só nós seres humanos ingerimos ou forçamos os nossos animais domésticos a comer.

As células de nosso organismo possuem uma quantidade específica de energia pra viver, podendo variar para mais ou menos conforme nosso DNA (ácido desoxirribonucleico), que é a molécula principal de nossas células.

O nosso DNA é que mantém uma herança genética de nossos pais ou avós em nossas células. Isso quer dizer que se em nossa família temos um histórico de doenças como o Câncer ou Arteriosclerose devemos tomar cuidado com a quantidade de moléculas muito energéticas como as do açúcar que podem levar algumas de nossas células a desenvolver o câncer, ou de moléculas com muito pouca energia como as do sal, que podem desencadear em a arteriosclerose.

O que acontece é que quando ingerimos coisas com excesso de energia, ou com muita falta de energia, podemos provocar pequenas mudanças em nosso DNA, o que vai desencadear doenças muitas das quais, bem graves. Porque nosso DNA tem uma espécie de gatilho, uma válvula de escape, que em caso de muita energia absorvida pode apenas dividir nossas células em duas outras, ou ainda o gatilho dar um defeito e não parar mais de se dividir, o que é o caso do câncer. Ou ainda quando ingerimos moléculas com insuficiência de energia, pois podemos parar a divisão celular, o que até nos conserva, ou seja, paramos de envelhecer, mas no caso de insuficiência demais de energia, o gatilho do DNA pode emperrar em efeito contrário, causando a perda de mobilidade de nossas células, o que é o caso da arteriosclerose.

Com o Teorema de Platão, podemos resolver o caso de todas as nossas doenças, pois sabendo a quantidade de energia que tem cada alimento, e com base em nosso histórico de doença familiar, vamos ingerir apenas os alimentos necessários para a nossa sobrevivência.

Vamos dar um exemplo de como isso funciona:
Se quantificarmos as moléculas do vinho seco, veremos que elas tem menor quantidade de energia que as nossas células. Então já sabemos que tomar uma pequena quantidade de vinho seco, faz muito bem para nos conservar jovens, lembra-se do conservar, e prevenir o câncer ou para quem já está com a doença. Já em compensação para quem tem histórico de arteriosclerose na família, ou já tem a doença, o vinho seco é péssimo.
E se quantificarmos as moléculas de um sorvete de coco, vamos verificar que elas tem uma quantidade de energia enorme em relação as nossas células. Então tomar sorvete de coco em pequenas quantidades, é maravilhoso para prevenir a arteriosclerose, seja de que tipo for, ou já tiver a doença. Mas para quem tem histórico de câncer na família, ou já tem a doença, não vai ser uma coisa boa. Porque as moléculas do coco tem mais energia do as nossas células, a açúcar que leva tem muita energia, e o sorvete é frio, ou seja, no sorvete de coco, tudo tem muita energia, uma das consequências do disparo do gatilho do DNA.

Importante: Não estamos querendo dizer aqui que o açúcar é o responsável pelo câncer, mas sim a nossa própria genética e o excesso de energia que pode vir de diversos alimentos, inclusive o açúcar como veremos mais tarde. Assim como o sal não é o responsável pela arteriosclerose, mas sim a nossa própria genética e a falta de energia que podem vir de diversos alimentos, incluindo o sal e que também verificaremos mais tarde. O mais importante é sempre fazer consultas médicas, pois os próprios médicos vão pedir mais controle na sua alimentação, reduzindo as quantidades de sal e açúcar. Ou seja, comer com moderação.

O que pretendemos aqui é apenas demonstrar o quanto é importante o Teorema de Platão para toda a humanidade.

Na próxima página vamos desvendar A Origem do Câncer. Alguns alimentos que previnem a doença e outros que podem favorecer. Tudo isso graças ao Teorema de Platão.

mp900411674.jpg

As the disease originate?
Quanto vale o Teorema de Platão?
William Fiel, autor do livro A Origem Divina de Todas as Coisas, ISBN: 85-7062-389-5.