Make your own free website on Tripod.com

Teoria de Tudo

Energia Absoluta

Home
Energia Absoluta
A Origem do Efeito Mpemba
A Origem da Força Gravitacional
A Origem da Expansão Acelerada do Universo
A Origem das Eras Glaciais
A Origem da Regeneração do Fígado
A Origem da Força das Formigas.
Eliminando o Mosquito da Dengue
A Origem dos Venenos
A Origem das Doenças
A Origem do Câncer
A Origem da Arteriosclerose
A Origem do Amor
A Origem de Filhos ou Filhas
A Origem da Dor
A Origem do Pensamento
A Origem do Sono
A Origem dos Isolantes Térmicos
A Origem dos Monumentos Megalíticos
A Origem dos Furacões
A Origem da Felicidade
A Origem dos Extraterrestres
A Origem dos Sonhos
A Origem do Mito das Loiras
A Origem do Universo
A Origem de Um Milagre.
A Origem da Inteligência
A Origem da Mediunidade
A Origem da Lei da Atração.
A Origem da Memória Akáshica
A Origem dos Pelos Pubianos
A Origem dos Desejos Insólitos das Grávidas
A Origem da Velhice
O Segredo do Perfume que Emagrece

Para entender sobre energia, vamos conhecer primeiro os componentes fundamentais do universo.

Os componentes fundamentais do universo são:
 
Matéria - Energia - Espaço - Tempo.

O problema científico atual consiste na falta de conhecimento de um desses componentes fundamentais do universo: A Energia. Até hoje os cientistas não descobriram o que ela é.
Para entender como surgiu este problema, vamos voltar 2500 anos atrás, quando o filósofo e matemático Platão inventou um teorema, princípio geral matemático, através de um código secreto, onde definia o que era a Energia. e demonstrou como seria difícil a humanidade entender sobre Energia, através de um de seus famosos diálogos, O Mito da Caverna.

No diálogo O Mito da Caverna, Platão deixa claro sua filosofia, que para se obter o conhecimento existem dois mundo diferentes:
O mundo das ideias.
O mundo dos sentidos.
Platão conhecia esses dois mundos. O mundo das ideias, onde se conhece a origem das coisas, a realidade, a verdade. E o mundo dos sentidos, onde se vive o conhecimento através da apreensão de imagens, que são mutáveis, e por isso mesmo não são perfeitas.
O homem comum, por sua vez, só conhece as coisas através do mundo dos sentidos, que não são objetos bons para gerar conhecimentos.
Somente os visionários, e os verdadeiros filósofos conhecem o mundo das ideias.
A vantagem para os homens comuns, é que, a partir do domínio das coisas sensíveis, pode-se chegar ao domínio das ideias, através de muito estudo e propósito.

Como Platão entendia dos dois mundos, entendia também a composição fundamental do universo, todas elas, incluindo a Energia.
Então para iniciar o conhecimento de energia, vamos começar por onde é mais fácil o entendimento dos homens comuns, o mundo dos sentidos.

Platão sabia que no mundo dos sentidos a energia é da seguinte forma:
Fria, tem muita Luz, Doce e Perfumada.
Vamos começar o estudo das diferenças para entender sobre energia.
Energia é fria, então o que tem pouca energia é quente.
Energia tem luz, então o que não tem energia é escuro.
Energia é doce, então o que não tem energia é salgado ou ácido.
Energia é perfumada, com um aroma muito agradável, então o que não tem energia não é perfumado.
Além de provar já na próxima página através do Efeito Mpemba que Platão tinha razão, vamos dar mais algumas características da energia que Platão também conhecia.
A energia sempre anda em círculos.
A energia vai sempre de onde tem maior quantidade para onde tem menor quantidade.

mp900411674.jpg

Absolute Power.
William Fiel, autor do livro A Origem Divina de Todas as Coisas, ISBN: 85-7062-389-5.