Make your own free website on Tripod.com
Respostas ao Impossível
Home
Quem Somos
Entenda o Universo
Energia
Regeneração do Fígado
Natureza da Força Gravitacional
Força Descomunal da Formiga
O Mosquito e a Borra do Café
A Origem do Sono
O Mito das Loiras
Filhos ou Filhas, como escolher
A Origem do Pensamento
A Inteligência
A Origem do Amor
Por que mendigos não ficam carecas ?
Os Gênios e os Autistas
A Causa dos Suicídios
A Origem do Vício
O Segredo da Mediunidade
As Grávidas e seus Desejos
O Segredo do Perfume que Emagrece
A Origem do Ciúme
Homens que as Mulheres mais Adoram
O Segredo entre os Vegetais e a Gravidade
Os Verdadeiros Afrodisíacos
Quando a Mulher é mais Carinhosa
O Segredo do Amor Eterno
O Ovo ou a Galinha?
O Segredo da Felicidade
Quem canta, os males espanta.
O Segredo de Nostradamus
A Origem da Forma Humana
O Enigma do Tempo
A Origem do Universo
O Enigma dos Chineses
Vida após a Morte.
Vida Eterna
Origem da Convulsão
O Mármore do Inferno
Efeitos Gravitacionais
Fenômeno Poltergeist
Jovem aos 50
O Mistério do Zodíaco
O Frio dos Mortos
Origem da Premonição
A Origem dos Sonhos
A Causa da Solidão
A Música Divina
Coceiras e Cócegas
Ecosistemas
Homossexualismo
O Milagre
Corpo e Alma
Coca-cola, o segredo.
Origem da Obesidade
A Origem da Sorte
O Poder da Oração
Criação e Evolução
Cristo e Filosofia
Origem da Beleza
O Segredo da Acupuntura
O Número 07
Desafio sobre a Dor
O Enigma dos Destros
Fórmula do Universo
O Segredo das Cores
O Enigma das Árvores
Curtas
Curtas 2
Link Saúde e Doenças
Links Interessantes
Galeria de Gênios
Natureza da Força Gravitacional

isaac_newton.jpg
Isaac Newton

"Esse incomparável autor, depois de finalmente persuadido a aparecer em público, fornece nesse tratado um exemplo realmente notável dos poderes da mente; e, de uma só vez, mostrou quais são os princípios da filosofia natural e a tal ponto extrapolou deles as suas consequências que parece ter esgotado o tema, pouco deixando para os que o sucederão".  Edmond Halley

O texto de Halley, foi em referência a obra escrita por Newton, chamada de  "Philosophiae Naturalis Principia Mathematica".

Nesta obra  ele enunciava as três leis do movimento e demonstrava como uma força centrípeta inversamente proporcional ao quadrado da distância poderia manter os planetas em órbitas elípticas.

gravity.gif

Isaac Newton (1642-1727), foi o famoso homem da maça, descobridor da Força Gravitacional, que nos levou a um imenso conhecimento científico em sua época, mas uma dúvida:

Qual a natureza da Força Gravitacional ?

- O segredo mais cobiçado na área da Física.
 
- O resultado que você só encontra aqui no Respostas ao Impossível.

Resposta ao Enigma:

Para entender a resposta clique primeiro no menu à esquerda em Energia .
 
Segundo a própria ciência, podemos dizer que toda Matéria emite um campo, que é a Energia. Essa energia se manifesta com uma Força, que pelo seu deslocamento é capaz de produzir Trabalho.
 
- A terra (Matéria), produz um campo (Energia). Essa energia se manifesta com uma Força, que pelo seu deslocamento é capaz de produzir Trabalho.
 
- Segundo a mitologia grega, a natureza da morada dos deuses (Energia), era no alto do monte Olimpo (Fria), esta com sua Força, produzia (Movimento) seus trabalhos na terra.
 
Conclusão Final:
 
- A natureza da Força Gravitacional nada mais é que a própria Energia, produzida pelo campo magnético terrestre.
 
- O seu deslocamento se deve ao fato cientificamente provado que, a Energia sempre se desloca de onde há maior para onde há menor quantidade, o que a mitologia grega demonstrava através de nosso pequeno quadro, que a Energia está no frio, e que a falta desta provoca o calor. Então eternamente o campo produzido pela terra, a Energia, contida na fria atmosfera terrestre, se deslocará para o seu centro, local de imenso calor, ou podemos dizer, um verdadeiro inferno, como os gregos.
 
Lembremo-nos então de Filolau de Cróton, que há dois mil e quinhentos anos atrás já dizia: "O princípio da realidade é como uma unidade situada no centro de uma esfera, associado a um fogo interno".

Pontos a ser considerados:

Um resumo do que foi aqui descrito já foi publicado no livro "A Origem Divina de Todas as Coisas", editora Thesaurus, Brasília - DF, autoria de William Fiel.
 
Não há conclusões sobre o assunto feitas pela ciência em qualquer parte do mundo, sendo que as pesquisas efetuadas há mais de quinhentos anos e atuais ainda buscam por partículas gravitacionais que, pelo explicado em nossa conclusão acima, jamais serão encontradas.

Com certeza seremos criticados por nossa descoberta, sem termos usados os critérios restritos da ciência, mas o que fizemos foi apenas seguir um conselho: "Nunca ande pelo caminho traçado, pois ele conduz somente até onde os outros já foram."   Alexander Graham Bell (1847/1922).

Descoberta científica prova teoria do Respostas ao Impossível (Jan/2003).

Uma equipe internacional de radioastrônomos mediu pela primeira vez a velocidade de propagação da força da gravidade, confirmando um dado hipotético teorizado até agora somente por Albert Einstein em 1916, William Fiel no livro A Origem Divina de Todas as Coisas, editora Papel Virtual - PUC-Rio em 1999 e a equipe de Respostas ao Impossível em agosto de 2002.
O resultado da descoberta foi divulgado agora em janeiro de 2003 pela Sociedade de Astronomia dos Estados Unidos, em encontro anual no estado de Washington.
Segundo resultado da pesquisa, a propagação da força da gravidade tem a mesma velocidade que a da luz. Isso põe em xeque as teorias segundo as quais a gravidade exerce sua força de modo instantâneo ou infinito.
A equipe de astrônomos recorreu à radiointerferometria, que combina diversos radiotelescópios sobre uma grande distância para obter uma imagem em conjunto.
A descoberta deixa mais uma vez Albert Einstein na vanguarda das teorias da Física, e comprova as teorias de William Fiel e de toda a equipe de Respostas ao Impossível.
Por quê?
Se a velocidade da gravidade é a mesma da luz, e a equipe do Respostas ao Impossível já havia descrito em 2002 que a gravidade é composta da própria energia existente na atmosfera, energia que como todos sabemos se transforma em luz, sem necessidade de nada mais para acrescentar.