Make your own free website on Tripod.com
Respostas ao Impossível
Home
Quem Somos
Entenda o Universo
Energia
Regeneração do Fígado
Natureza da Força Gravitacional
Força Descomunal da Formiga
O Mosquito e a Borra do Café
A Origem do Sono
O Mito das Loiras
Filhos ou Filhas, como escolher
A Origem do Pensamento
A Inteligência
A Origem do Amor
Por que mendigos não ficam carecas ?
Os Gênios e os Autistas
A Causa dos Suicídios
A Origem do Vício
O Segredo da Mediunidade
As Grávidas e seus Desejos
O Segredo do Perfume que Emagrece
A Origem do Ciúme
Homens que as Mulheres mais Adoram
O Segredo entre os Vegetais e a Gravidade
Os Verdadeiros Afrodisíacos
Quando a Mulher é mais Carinhosa
O Segredo do Amor Eterno
O Ovo ou a Galinha?
O Segredo da Felicidade
Quem canta, os males espanta.
O Segredo de Nostradamus
A Origem da Forma Humana
O Enigma do Tempo
A Origem do Universo
O Enigma dos Chineses
Vida após a Morte.
Vida Eterna
Origem da Convulsão
O Mármore do Inferno
Efeitos Gravitacionais
Fenômeno Poltergeist
Jovem aos 50
O Mistério do Zodíaco
O Frio dos Mortos
Origem da Premonição
A Origem dos Sonhos
A Causa da Solidão
A Música Divina
Coceiras e Cócegas
Ecosistemas
Homossexualismo
O Milagre
Corpo e Alma
Coca-cola, o segredo.
Origem da Obesidade
A Origem da Sorte
O Poder da Oração
Criação e Evolução
Cristo e Filosofia
Origem da Beleza
O Segredo da Acupuntura
O Número 07
Desafio sobre a Dor
O Enigma dos Destros
Fórmula do Universo
O Segredo das Cores
O Enigma das Árvores
Curtas
Curtas 2
Link Saúde e Doenças
Links Interessantes
Galeria de Gênios
Quem canta, os males espanta.

Um ditado popular, muito pronunciado no Brasil, tem sua razão de existir, assim como todos os outros. O inconsciente coletivo provoca estas expressões que nada mais significam que a verdade universal descrita pelas imortais almas humanas.
A pergunta veio do Rio de Janeiro, a cidade maravilhosa.
Por que quem canta seus males espanta?

Um Tratado Musical de Alquimia

"Os verdadeiros anjos estão cantando (conforme as Sagradas Escrituras); os céus estão cantando, como Pitágoras confirma; e eles procuram a glória de Deus, como reporta o salmista, as musas e Apolo estão cantando; os pássaros, os carneiros e os gansos estão cantando em seus instrumentos musicais do mesmo modo que nós, também, cantamos e tocamos música, e não fazemos sem razão".
 
Atalanta Fugiens, discurso 6, pg.35  de Michael Majer.

O texto acima demonstra quão sagrada é a música para o universo. E a razão, segundo os mais brilhantes filósofos, a origem vem das almas, que vivem desde a criação do universo, muito antes dos homens.
Se levarmos em conta a teoria de Platão, elas rondam as extremidades do universo, no mundo das idéias, e segundo a mitologia grega, nas histórias de Baco, o deus do vinho, as almas giram em torno da terra e são seduzidas pela matéria após abusar de cálices desta bebida deliciosa.
Assim acabam por perder sua liberdade durante o nascimento dos seres inferiores, dentre os quais o homem, e só voltam a viver livres novamente após a morte deste.

Resposta ao enigma:

Já aprendemos anteriormente que o pensamento vem do mundo das idéias segundo Platão, e que este pensamento que está fora de nós segundo Descartes, é regido pelo movimento do universo segundo Pitágoras.
O que devemos saber agora, é que esta sedução pela matéria sentida pelas almas, o que é constatado pelas almas no cárcere do corpo humano, vem da idéia errônea de que no mundo dos homens há uma ordem, já que o homem cria diversas coisas.
O erro das almas é não conseguir diferenciar a criação dos homens, pobres cópias infiéis do verdadeiro criador, e que cria coisas indiscrinadamente, sem levar em conta muitas vezes a sua própria extinção.

Ao encarar o mundo dos homens as almas descobrem que a aparente criação ordenada feita pelos homens, possui não só uma leve evolução, mas regras severas que lhes impõe a perda da liberdade.
Mas isto lhes serve de lição em sua volta ao mundo das idéias, pois na vida terrena descobrem que cairam na tentação de viver a vida terrena, após não só abusar do vinho, mas por ao se aproximar muito da morada dos homens, viverem em em total desarmonia em relação a sua origem divina, no céu.

As almas, apesar de muito mais antigas que os seres humanos, são em sua maioria absoluta virgens, livres pelo universo e por isso agem exatamente como crianças, que não sabem exatamente o que fazem.
Ao se aproximarem do mundo dos homens, passam a viver brincando como garotos muito jovens, e acabam virando um caos entre os homens e suas idéias, que vem de um mundo longínqüo e ordenado.

Os homens ao falar, nada mas fazem do que continuar a viagem de seu pensamento, que é externo, para fora de seu corpo novamente.
Quando cantam, apenas ordenam o seu pensamento como uma orquestra, uma banda, o que faz com que as almas desordenadas que brincam como crianças num parque de diversão, passem a esquecer as brincadeiras e se ordenem seguindo a música, assim como garotos que seguem uma banda militar, marchando ao seu lado, tentando acompanhar a ordem.
Para entendermos o que acontece, basta imaginar que quando cantamos somos como uma banda, e que as almas passam a seguir o nosso canto, marchando rumo a sua direção para o infinito, deixando que nossos pensamentos cheguem até nós sem nenhuma interferência.